Nuno Cortez Programação Neurolinguística

A Programação Neurolinguística (PNL) é considerada a fórmula da excelência humana.

No princípio dos anos 70, na Universidade de Santa Cruz, Califórnia, John Grinder, professor associado de linguística Generativa da Universidade e Richard Bandler, então estudante de informática e aprendiz de Terapia Gestalt, fascinados pela genialidade e resultados dos psico-terapeutas Fritz Pearls, Virgínia Satir e do psiquiatra Milton Erickson, observaram e codificaram os seus padrões de comportamento e comunicação.

Utiliza a “linguagem do cérebro” para potenciar a sua comunicação, o seu comportamento e a sua evolução.

A PNL permite transformar sonhos em objetivos bem formulados e programar a sua mente e corpo para os conseguir alcançar.

A PNL ajuda a mudar ou eliminar hábitos e comportamentos indesejados e a fomentar os desejados.

Visa igualmente o desenvolvimento da capacidade para manter um estado de excelência em qualquer situação, possibilitando a sua autogestão de estados negativos, como a ansiedade ou insegurança.

A partir do estudo da estrutura da mente, do pensamento e da linguagem verbal e não-verbal, a Programação Neurolinguística desenvolve conceitos e técnicas no sentido de reprogramar estratégias mentais.

A PNL consiste na observação e análise dos pensamentos, fisiologia, linguagem, emoções e comportamentos, criando estratégias para os resultados que pretendemos alcançar.

Milhões de pessoas por todo mundo utilizam as técnicas da Programação Neurolinguística tanto nas suas vidas como nas suas profissões. Médicos, professores psicólogos, coaches, gestores, comerciais e todos os que querem desenvolver as suas capacidades profissionais encontram na PNL um caminho para o sucesso.