1. Como tudo começou | Eclipse do Amor

Vou partilhar contigo uma história de amor que extravasa tudo o que entendia ser possível. O amor que te vou mostrar não tem limites de qualquer espécie. Não respeita qualquer uma das leis que possas imaginar. Um amor sem limites de espaço e tempo.

Olá! O meu nome é Nuno Cortez, sou português, tenho 46 anos.

Vou partilhar contigo uma história de amor que extravasa tudo o que entendia ser possível. O amor que te vou mostrar não tem limites de qualquer espécie. Não respeita qualquer uma das leis que possas imaginar. Um amor sem limites de espaço e tempo.

Esta história começou em Sesimbra. Durante três semanas iria estar em Sesimbra, para uma formação na área de PNL. Tinha uma intenção forte de que essa formação mudasse a minha vida. Na verdade, não tinha a menor ideia da magnitude e do impacto que esta decisão de ir a Sesimbra iria ter na minha vida.

A formação tinha iniciado de uma forma muito desafiante para mim. Muitas práticas fora da caixa que me deixavam desconfortável. Muitas técnicas que me fizeram pensar o que eu estava ali a fazer naquela formação. No final do primeiro dia, confesso que pensei em desistir e que o investimento elevado que tinha feito não iria valer a pena.

Não imaginam a quantidade de vezes que as nossas mentes nos mentem para nos proteger. A intenção desses pensamentos é positiva mas será que nos serve?

Quando experimentámos algo novo muitas vezes sentimos a necessidade de nos protegermos. O nosso instinto protetor conversa connosco e coloca-nos ideias na nossa mente fazendo-nos questionar da utilidade das atividades que estamos a desenvolver. Coloca em causa se faz sentido passarmos por momentos de desconforto e mudança. É muito fácil querer desistir e voltar à zona de conforto, onde sentimos que estamos protegidos. A verdade, é que esta sensação de proteção é uma ilusão. A maior parte das vezes estamos a viver vidas que não são as que idealizamos. Estamos a limitar o nosso desenvolvimento e somos infelizes por isso. Estamos a nos desiludir a nós próprios.

Quando sentes que algo é desconfortável para ti questiona-te em relação ao que é para ti mais desconfortável. Será que é assumires uma posição de falso conforto pois essa posição faz-te sentir limitado, incapaz e infeliz? Ou será que é assumires uma posição de desafio em relação ao desconforto e continuares a viver a tua vida em busca da tua felicidade?

No final do primeiro dia decidi que iria realmente tirar proveito da formação e que iria fazer tudo aquilo que tivesse que fazer para tirar o maior partido possível da mesma. Defini ainda como segunda intenção que iria estabelecer o máximo de relações com os restantes participantes. E assim foi…

A intenção é para mim, uma das maiores ferramentas que todos nós temos ao nosso dispor. A intenção quando definida de forma clara e detalhada, vai utilizar a capacidade total do nosso ser para fazer acontecer. Passamos a utilizar o nosso consciente e o nosso inconsciente, de uma forma integral, e dessa forma passamos a realizar ações conscientes e inconscientes, que nos permitem ficar mais próximos dos objetivos que definimos.

No final do segundo dia a magia apareceu…

Num exercício em que tínhamos que replicar os movimentos de outra pessoa, estabeleci contacto com uma pessoa extraordinária. Nesse momento o meu mundo mudou e eu ainda não sabia como. Estava de olhos fechados, a replicar os movimentos da outra pessoa. Nesse momento fui envolvido por uma energia limpa, calma, abrangente, forte e tranquila. Uma energia universal muito mais além do que alguma vez tinha sentido.

Nesse dia a minha vida mudou e eu ainda não sabia como…

Artigos relacionados